Aqui, lê-se, drama e doçura.

Escrevo meus porquês, sem poréns e sem vírgulas.
Meu mundo é perigoso e opcional.
Sou liberta de correntes.
Vivo.

Deixo ser
Deixo estar
Deixo a vida passar
- Observo enquanto escrevo.
Transformo vivência em palavras
e -
Deixo as palavras invadirem o espaço.

Vendo a vida passar; e escrevendo entre aspas.
(Aqui, lê-se, drama e doçura.)

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Por que/escrever?


Escrever é pensar
Meditar
e desabafar
tudo aquilo que se agonizou

Ler é saber
que assim como você
alguém já pensou
em deixar de viver
- mas ao invés de sofrer
optou esse alguém,
por escrever.

Escrever é ter coragem
e passar por cima
dos medos
e desafios da alma
cantando versos furiosos
ou amorosos.

É brilhar
e amar.
Mesmo se fracassar,
será notado
por palavras sofridas
e amores jogados
ou roubados;

É sonhar
e ler
a própria alma.

Escrever
é viver
- ou morrer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário