Aqui, lê-se, drama e doçura.

Escrevo meus porquês, sem poréns e sem vírgulas.
Meu mundo é perigoso e opcional.
Sou liberta de correntes.
Vivo.

Deixo ser
Deixo estar
Deixo a vida passar
- Observo enquanto escrevo.
Transformo vivência em palavras
e -
Deixo as palavras invadirem o espaço.

Vendo a vida passar; e escrevendo entre aspas.
(Aqui, lê-se, drama e doçura.)

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Sorrisos

Sorrisos fazem um estrondo, definem opiniões e substituem as palavras. É como a tempestade, que alerta que a chuva forte chegará. Sorrisos mostram o seu estado emocional, seu humor. Um sorriso mal posto, é uma tristeza demasiadamente forte, que lhe faz querer não compartilhar com os outros, que faz a tristeza ser somente sua e conselho nenhum lhe fará melhor, nesses casos, o sorriso é capaz até de substituir uma lágrima. Sorrisos também podem fazer mal, quando a carga do coração está cheia e alguém quer chorar sem se preocupar com os soluços, o sorriso é instantâneo, vem imediatamente e diz que está tudo bem, enganando a todos de um jeito tão traiçoeiro que todos acreditam.
Sorrisos são escritos sem palavras, que definem sentimentos, que carregam o coração, e nos mantêm de pé, mesmo que já estejamos caídos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário