Aqui, lê-se, drama e doçura.

Escrevo meus porquês, sem poréns e sem vírgulas.
Meu mundo é perigoso e opcional.
Sou liberta de correntes.
Vivo.

Deixo ser
Deixo estar
Deixo a vida passar
- Observo enquanto escrevo.
Transformo vivência em palavras
e -
Deixo as palavras invadirem o espaço.

Vendo a vida passar; e escrevendo entre aspas.
(Aqui, lê-se, drama e doçura.)

sábado, 15 de maio de 2010

Incomum

No começo, eu não estava feliz por ter que mudar de posição, agora estou. Isso não significa que esteja feliz.
Sabe... Eu me dei conta só agora que é no final que as coisas vão se revelando. As tapas dos olhos caem e os cegos enxergam, com isso, os que não conseguia andar, agora anda. Quando eu quero pôr algo pra fora, costumo escrever textos com palavras ocultas e isso já me ajuda, mas hoje farei algo diferente, serei direta, escreverei sobre meu dia. Quer dizer, meu momento.

Estou com um terrível sentimento de rejeição. Sinto que forcei palavras pra ter com quem conversar. Queria que todos acumulassem uma emoçãozinha de um dia para a vida toda.Estou tão melancólica que mesmo não acontecendo nada, sei que aconteceu; o meu normal é tocar minha vida e não ligar, mas faz um tempo que tenho um imenso desejo de desabar em lágrimas. Acho feio não ter motivos para chorar, e eu tenho e não tenho.

Quero chorar por terem esquecido de mim, e fico vista somente com 'pena'. Quero chorar por não terem percebido que quero chorar. Pode parecer egoísta, mas eu só quero que me perguntem o que houve e eu possa responder sem parecer dramática.

Quero chorar por estar sem ideias, e tanto as pessoas que mais amo como meus sentimentos ideais estão fugindo. Quero sentir o gosto amargo de uma lágrima também, por ter a única coisa que me mantém de pé decaída; as palavras que me rondavam tanto na hora de um sentimento exposto, já não existem mais.

Quero chorar por perder o meu valor, por não conseguir ser quem eu sou, por não estar satisfeita comigo mesma nunca, por não verem o que há em mim, por serem tão banais e gostarem da minha normalidade em aparência, que é tão comum e mesmo assim gostam. O pior é que eu sei que não gostam.

Quero chorar por acharem que a superioridade ronda em cima de mim, e que não sou capaz. Chorar principalmente por não conseguir mostrar minha capacidade.
Eu quero conseguir mostrar o quanto sou útil, sem que eu precise gritar, chamar... Chorar.

"Será que alguém vê e escuta?"

Isso foi um desabafo

6 comentários:

  1. Também tenho vontade de sentar e simplesmente chorar, por tudo, mas assim como você sou egoísta e quero que alguém pergunte como estou e que eu possa contar, mas sei que se eu contar vão falar que estou fazendo drama que todo o escandalo não é necessário. Te entendo, realmente.

    Escreve muito bem. Estou seguindo.
    Dá uma passada no Nothing at all (:
    bgs bgs

    ResponderExcluir
  2. Exatamente! É bom ter quem entenda, de verdade. Pra não ser tachada como "dramática em demasia", posso apenas guardar tudo pra mim, e isso me faz chorar.

    Ah, obrigada.
    Com certeza irei passar lá. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. sabe

    talvez você só precise chorar

    faz bem, de verdade.

    ResponderExcluir
  4. Se chorar... Vou me senti ainda mais fraca. Mas de fato, chorar é a única e melhor solução mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Sei como é tatá me sinto assim , mas ao mesm oquero que perguntem o porque não quero dizer e me mostrar triste , temos sentimentos fazem parte sda genet como a camis disse haha sério , ninguém nos vê como realmente somos nem nós mesmas porque somos muitos , naõ podemos nos definir completamente .

    ResponderExcluir
  6. É Camila; Com certeza você não demonstra estar triste hahaha. É, sentimentos é a prova de que estamos vivos, até os piores.

    ResponderExcluir