Aqui, lê-se, drama e doçura.

Escrevo meus porquês, sem poréns e sem vírgulas.
Meu mundo é perigoso e opcional.
Sou liberta de correntes.
Vivo.

Deixo ser
Deixo estar
Deixo a vida passar
- Observo enquanto escrevo.
Transformo vivência em palavras
e -
Deixo as palavras invadirem o espaço.

Vendo a vida passar; e escrevendo entre aspas.
(Aqui, lê-se, drama e doçura.)

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Um Romance fracassado.

Um dia nublado,
Um olhar desesperado,
Um anjo desanimado,
Um cloreto inundado,
Um dia parado,
Um segredo contado,
Um retrato montado,
Um muro pixado,
Um copo derramado,
Um bar fechado,
Um jogo pausado,
Um beijo roubado,
Um amor derrubado.
Um romance fracassado.

Um comentário:

  1. O mais interessante é que, depois do romance fracassado, nenhum outro verso faz mais sentido...

    ResponderExcluir