Aqui, lê-se, drama e doçura.

Escrevo meus porquês, sem poréns e sem vírgulas.
Meu mundo é perigoso e opcional.
Sou liberta de correntes.
Vivo.

Deixo ser
Deixo estar
Deixo a vida passar
- Observo enquanto escrevo.
Transformo vivência em palavras
e -
Deixo as palavras invadirem o espaço.

Vendo a vida passar; e escrevendo entre aspas.
(Aqui, lê-se, drama e doçura.)

sábado, 5 de setembro de 2009

Viver uma vida - Repostagem

Morte é uma palavra muito pesada, demonstra um certo desinteresse.
Mas quem liga? As pessoas gostam do desnecessário, do que não dará frutos, do mais rápido. Experiência, essa é a palavra chave. Talvez não, Todos aqui já passaram por uma, só não sabem usá-las.
Experiências estas, que lhe servem para a vida toda, uma lição.
Ah, se existisse uma aula que mostrasse cada experiência à cada minuto de nossas vidas, seria tão realista. Aí sim, saberíamos de verdade colher os nossos frutos.
Nós humanos, somos os piores vilões, passando por cima de todos esses de quadrinhos invencíveis, pois deixamos escapar uma vida. Uma vida rica em experiências por sinal. Mas também somos os maiores heróis, por causa de uma simples existência. O amor, que atua em nós, mesmo sem percebermos.
Lutamos contra nós mesmos todos os dias, e essa luta será eterna, não há um vencedor, não há um perdedor. Nossas almas não morrerão, continuarão lutando. E esse propósito? É essa a nossa missão na terra, descobrir esse tal propósito. Mas claro, não partiremos sem um prêmio, e esse prêmio será dado em conseqüência da bendita experiência.
Enfim... viver uma vida é descobrir o quão esperto e capaz você pode ser, ela te testa, ela brinca com você. Você só precisa escolher as armas certas para vencer essa luta, porque essa sim, é um risco capaz de correr.

Nenhum comentário:

Postar um comentário