Aqui, lê-se, drama e doçura.

Escrevo meus porquês, sem poréns e sem vírgulas.
Meu mundo é perigoso e opcional.
Sou liberta de correntes.
Vivo.

Deixo ser
Deixo estar
Deixo a vida passar
- Observo enquanto escrevo.
Transformo vivência em palavras
e -
Deixo as palavras invadirem o espaço.

Vendo a vida passar; e escrevendo entre aspas.
(Aqui, lê-se, drama e doçura.)

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Viva, viva, simplismente viva.

Quem nos ajudará? Quem nos levantará? Quem nos libertará?
Siga olhando o mundo com olhos especiais, vendo que o que há em volta não é tão ruim. Sorria para a dor, encare o ruim como bom, sinta o vento em um período quente de verão, viva da melhor maneira possível, esqueça os problemas, pois essa é a sua vida e esse mundo é seu.
Olhe para frente, pois o tempo é corrido demais para olhar para trás. Não acredite em replays, pois viver novamente uma cena pode ser a descoberta de um defeito, causando assim um problema.Salve os que não nasceram, permita que eles consigam abrir os olhos. Mude o mundo com um único gesto, uma única palavra, um único sorriso, um único olhar.
Acredite que tudo pode mudar e você faz a diferença.
"É a sua fé o suficiente para livrar o mundo das trevas?"

2 comentários:

  1. http://www.youtube.com/watch?v=-LnhD7YrYg8

    Não é virus, É um video (o melhor que já assisti na vida) chamado sunscreen (protetor solar) que fala disso, viver, viver...
    Amei seu blog

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Um ótimo vídeo. Já havia visto essas palavras de Pedro Bial. Um grande poeta.
    Obrigada *-*

    ResponderExcluir