Aqui, lê-se, drama e doçura.

Escrevo meus porquês, sem poréns e sem vírgulas.
Meu mundo é perigoso e opcional.
Sou liberta de correntes.
Vivo.

Deixo ser
Deixo estar
Deixo a vida passar
- Observo enquanto escrevo.
Transformo vivência em palavras
e -
Deixo as palavras invadirem o espaço.

Vendo a vida passar; e escrevendo entre aspas.
(Aqui, lê-se, drama e doçura.)

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Sinceridade

Há quem diga que a sinceridade é um ato de coragem, que apenas os fortes são capazes de fazer.
Digo-lhes, eles mentem. Sinceridade não é coragem e muito menos falar o que pensa de cara. Sinceridade é ser verdadeiro sabendo o seu limite. Há coisas que não merecem ser ditas, então guardar para si é mais válido do que ser "sincero".
Sincero Aliás, é quem consegue esconder seu modo de pensar ao saber que aquele modo machucará alguém, é ter auto-controle, saber o que dizer na hora certa.
Sinceridade é uma simples qualidade que apenas os disciplinados tem, um simples sentimento que vem de dentro com o intenso desejo de atingir seu objetivo. Isso é ser sincero.
Sinceridade não é separar as pessoas como 'fortes ou fracas, apontar defeitos e incapacidades, ser sincero não é falar da boca para fora que 'você é sincero' e sair espalhando os adjetivos dos outros, apenas os tolos acham isso, aliás, como podem eles confundir sinceridade com falta de educação?
Sinceridade é amar, amar os outros de verdade, ser verdadeiro, amigo, isso é sinceridade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário