Aqui, lê-se, drama e doçura.

Escrevo meus porquês, sem poréns e sem vírgulas.
Meu mundo é perigoso e opcional.
Sou liberta de correntes.
Vivo.

Deixo ser
Deixo estar
Deixo a vida passar
- Observo enquanto escrevo.
Transformo vivência em palavras
e -
Deixo as palavras invadirem o espaço.

Vendo a vida passar; e escrevendo entre aspas.
(Aqui, lê-se, drama e doçura.)

sábado, 8 de agosto de 2009

O coração

O coração esquece as calamidades, te põe de pé, fragiliza suas emoções, assim funciona um coração.
Ele bate, pulsa o sangue quente, ávido, sôfrego.
Um coração quer ser roubado, bem intencionado, amado, assim funciona o coração apaixonado.
O coração quer a vida, não te limita de amar, adorar.
Ele quer seu bem, ele trabalha para você.
Ele é a moradia de seus sentimentos.
Quer ser ouvido, bate pedindo atenção, quer te dar a informação, informação de quem tú amas, de quem tú necessitas.
O coração é o seu bem mais precioso, seu tesouro, seu único mundo.
Maltrate-o e receberás em dobro, piseo e será pisoteado em dobro, deixe que ele revolte contra ti e não terás motivos para viver.
Deixe que seu coração se encha de esperança, motivação, amor, adoração, assim vive uma pessoa feliz escutando seu coração.
Viva com um coração frágil, um coração bobo, um coração apaixonado, apenas deixe seu coração viver, assim viverás duas vidas a mais.
Escute seu coração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário