Aqui, lê-se, drama e doçura.

Escrevo meus porquês, sem poréns e sem vírgulas.
Meu mundo é perigoso e opcional.
Sou liberta de correntes.
Vivo.

Deixo ser
Deixo estar
Deixo a vida passar
- Observo enquanto escrevo.
Transformo vivência em palavras
e -
Deixo as palavras invadirem o espaço.

Vendo a vida passar; e escrevendo entre aspas.
(Aqui, lê-se, drama e doçura.)

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

A canção

- Porque precisamos continuar vivos ?
Porque temos música.

Uma bela canção, uma triste canção pode descrever algum ato?
De todos os humanos?
De todas as gerações?
De todas as espécies?
Todos os hábtos?
Todas as emoções?
Pode ela descrever o mundo em uma só palavra?
Uma bela e triste canção pode descrever o céu, o sol, o mar.
Uma bela canção pode descrever o susto, o mudo, o mundo.
Abrir os olhos é a melhor opção, então...
Escute, escute, escute a bela e triste canção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário